sábado, janeiro 11, 2014

Higiene íntima: 10 dicas para manter o corpo livre de infecções nas regiões íntimas


A limpeza da região genital deve ser diária com sabonete comum e água corrente


É importante passar os dedos entre os pequenos e grandes lábios para tirar a gordurinha branca produzida naturalmente ou os restos de papel higiênico


Após o banho, orienta-se secar a região genital delicadamente com uma toalha macia



AnteriorO excesso de pelos na genitália pode provocar o acúmulo de secreções, por isso é importante cortá-los ou manter a depilação em diaPróxima

O excesso de pelos na genitália pode provocar o acúmulo de secreções, por isso é importante cortá-los ou manter a depilação em dia


Se a mulher se sentir confortável, pode dormir sem calcinha para arejar a região. Outra alternativa é optar por uma lingerie de algodão

O uso de protetor diário absorve a umidade, a transpiração e as possíveis secreções, prolongando a sensação de limpeza


AnteriorPróxima
A ducha vaginal só deve ser feita com orientação médica. O excesso ou a falta de limpeza pode alterar o pH da vagina





AnteriorApós a relação sexual, a limpeza deve ser realizada normalmente com água e sabonetePróxima
Após a relação sexual, a limpeza deve ser realizada normalmente com água e sabonete




Durante a menstruação, a higiene íntima pode ser feita com mais frequência e de acordo com o fluxo menstrual

Perfumes e desodorantes íntimos são contraindicados porque podem disfarçar algum tipo de infecção vaginal